Banimento

Nesta postagem falaremos de banimento, algo que não deve ser jamais desconhecido por qualquer pessoa que se declara bruxe ou magista.


Siga-nos também nas redes sociais, para mais informações. E já te convido para o nosso grupo de estudos, no WhatsApp! Todos os nossos links estão disponíveis aqui! Sempre que tem alguma novidade, como sorteios para os nossos leitores, seguidores e clientes, a gente comunica por lá. E, quem está no grupo fica sabendo de tudo do Bruxo de Lua em primeira mão, além de poder tirar dúvidas diretamente conosco.

E não deixa de entrar em contato se quiser contratar algum produto ou serviço. Tem um link direto para contato conosco através do WhatsApp Bruxo de Lua, caso precise de algum serviço de oraculismo, encantamento, ou magia, no geral.

Bênçãos, e boa jornada!


Banimento

Um banimento é o ato de afastar energias nocivas (ou não), ou criaturas, seres, entidades, obstáculos, hábitos, qualquer coisa; removendo, na maioria das vezes, temporariamente, o que é banido, seja do local, ou do convívio com as pessoas, animais, objetos, nas quais o banimento é lançado.

No mundo material, banir é impedir a entrada de algo. Para que não mais retorne, mas no mundo mágico é um pouco diferente. O banimento será eficaz enquanto houver energia para mantê-lo ativo, ou quando não houver nenhuma força de maior intensidade que o oponha.

Como banir?

Geralmente, o alvo do banimento é representado com um objeto (ou ideia, desenho, de toda forma é preciso haver uma representação ou no mínimo a visualização daquilo que se deseja banir), e dependendo da prática mágica a ser feita, essa representação é destruída, ou jogada fora, ou quebrada, ou cortada, enterrada para se decompor, ou visualizada indo embora, ou sendo expulsa, para simbolizar que este “problema” pode ser subjugado e que é você quem tem o controle.

É necessário saber o que está fazendo, e trabalhar sua intenção com a força da sua vontade e visualização, enquanto direciona a energia, ou senão, o ato vai ser apenas uma encenação ao invés de um banimento eficaz.

É simples, você pode banir escrevendo algo que te faz mal, algo que considera defeito em uma folha de papel e queimar nas chamas do seu caldeirão ou de uma vela preta devidamente consagrada para banir, e depois soprar as cinzas ao vento. Pode enterrar algo, visualizando a terra decompondo aquilo, tornando-o nada, transmutando aquela energia… Pode pegar uma representação do seu problema e jogar na correnteza de um rio, visualizando a água levando embora. Tenha consciência! Não polua os rios. Para este método, pode utilizar algo que se decomponha facilmente, como uma fruta que você não gosta, na qual você pode escrever o que quer banir. Também pode deixar as representações daquilo que deseja banir em um lugar bem longe, ao qual você não voltará. Quer mais? Use a criatividade!

Quando banir?

Quando necessário! Banimentos simples geralmente são feitos antes e depois de trabalhos mágicos. Antes, previne que as energias que estavam presentes no local, antes do ritual, o afetem; e depois, impede que as energias conjuradas no ritual permaneçam no local.

Mas, se você sente que está com uma energia pesada, que a presença de alguém está te prejudicando, ou que há alguma presença estranha em algum local que você frequenta, é uma boa hora para banir!

Embora o melhor período para se fazer banimentos seja durante as fases Minguante e Negra da Lua, por conta da própria egrégora de míngua do período, podem ser feitos a qualquer momento. Embora, possivelmente, de forma menos eficaz.

  • Se você é praticante de magia natural, obviamente deve estar atente à natureza, porque esta influencia diretamente nas suas práticas mágicas. Neste caso, faça banimentos apenas nos períodos de Lua Minguante e/ou Negra.
  • Caso não tenha um bom controle dos três fatores: intenção, visualização e direcionamento de energia, é interessante banir apenas na Lua Minguante, também.

Como agregar poder ao seu banimento?

Preto! Sim, o preto! Mas, por quê o preto? O preto não é uma cor, propriamente dita. O preto é na verdade, a ausência de cor. Por esta associação, é comumente associado a banimentos, à não-presença de algo. Velas pretas, por exemplo, agregam poder a um banimento!

Há ervas (entendam por “ervas” todos os materiais provenientes do reino vegetal) que possuem consigo energias que “casam” bem com banimentos. Geralmente são ervas de cheiro e/ou gosto forte, de gosto azedo ou amargo, ou indigestas, e às vezes venenosas. Dentre elas, algumas que podem ser facilmente encontradas: angélica, assa-fétida, alho, azevinho, alecrim, verbena, louro, pimenta, mandrágora, bambu, sálvia, tabaco, arruda, urtiga, orégano.

Os cristais negros, podem ser utilizados para agregar poder também aos banimentos!

Qual a diferença entre uma purificação e um banimento?

A purificação consiste em retornar um objeto ao seu estado puro, energeticamente neutro, pronto para ser imantado com algum tipo de energia. O Banimento afasta temporariamente (ou definitivamente com) algum tipo de energia.

Luã Musi

http://www.bruxodelua.com
@bruxodelua

9 comentários sobre “Banimento

  1. Me diga pq não encontrei essa página antes? Que explicação maravilhosa! Que as bênçãos dos deuses estejam sempre no seu caminhar. Gratidão!

    Curtir

Deixe uma resposta para Néfer Cancelar resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s