Sal Negro

Algumas poucas pitadas, e pronto, “teje banido” mal.


Siga-nos também nas redes sociais, para mais informações. E já te convido para o nosso grupo de estudos, no WhatsApp! Todos os nossos links estão disponíveis aqui! Sempre que tem alguma novidade, como sorteios para os nossos leitores, seguidores e clientes, a gente comunica por lá. E, quem está no grupo fica sabendo de tudo do Bruxo de Lua em primeira mão, além de poder tirar dúvidas diretamente conosco.

E não deixa de entrar em contato se quiser contratar algum produto ou serviço. Tem um link direto para contato conosco através do WhatsApp Bruxo de Lua, caso precise de algum serviço de oraculismo, encantamento, ou magia, no geral.

Bênçãos, e boa jornada!


O Sal Negro é um preparado muito utilizado na bruxaria. Sua composição não é patenteada. Quero dizer, não existe uma forma única de fazê-lo… Geralmente, os materiais mais utilizados propiciam purificaçõesbanimentos, ou atuam como catalizadores ou intensificadores destes.

Posso citar carvão, arruda, alecrim, alho, verbena, cinzas de incenso de banimento, sal (obviamente), limalha de ferro, ou raspas do fundo de caldeirão, pó de pirita ou de turmalina-negra, como alguns dos muitos ingredientes que podem compor a fórmula deste.

Deixando claro, o Sal Negro de Bruxa não é o mesmo Sal Negro do Himalaia, um ingrediente culinário. Então, não deve ser consumido. Entretanto, pelos ingredientes que já citei acima, isto está óbvio. (Risos.)

Como fazer?

Bom, primeiramente, recomendo que seja feito usando sal grosso como base, e quanto estiver pilando, o próprio sal grosso vai ajudar a triturar os demais ingredientes…

Triture ou pile (manualmente, com pilão e almofariz) o carvão vegetal ou mineral até reduzí-lo a pó, e em seguida adicione ao sal grosso, e continue a pilar até a cor negra se instaurar na mistura.

Eu, particularmente, gosto de adicionar arruda (potencializa o banimento) e alecrim (intensificador da ação de outras ervas), que, além disso, deixam um cheiro maravilhoso.

Preferencialmente utilize ervas secas. Ervas frescas podem liberar água e umidificar o sal, deixando-o com uma consistência mais pastosa… e dependendo da forma de armazenamento, pode até mesmo criar mofo e estragar.

Depois de pronto é hora de consagrar, direcionar aquele sal com os demais ingredientes para o propósito para o qual ele foi feito: banir… energias, forças, poderes, pessoas, entidades, et cetera.

Preferencialmente, armazene em frascos de vidro e tampe com uma rolha. Os frascos não acumulam cheiro, e depois de lavados e purificados podem ser utilizados para outros preparados mágicos. E as rolhas… bom, é só trocar.

Consagrando

É interessante (não obrigatório) que toda a feitura, assim como a consagração, seja feita durante a fase da Lua mais adequada, assim como também na hora planetária mais adequada, para imantá-lo com a energia de míngua, de banimento, já que, afinal, o Sal Negro é utilizado majoritariamente para banir.

É altamente recomendado que ele seja consagrado dentro de um círculo mágico. Caso não possível, ao menos em um ambiente recém-purificado (o que é bem redundante, mas nenhum cuidado é excessivo quando se trata de banir energias indesejadas).

Você coloca o recipiente com o seu Sal Negro quase pronto entre as mãos, e visualiza cada ingrediente nele, pensando em suas propriedades, e chamando aquele tipo de energia para a mistura, como no exemplo a seguir.

Chamo as energias do sal e do carvão, para purificarem e limparem o que esta mistura vir a tocar. Chamo a energia da arruda, para banir tudo aquilo indesejado… Chamo pela energia do alecrim, a intensificar a ação dos demais ingredientes. Consagro este sal negro para limpar, purificar, e banir todas as energias, pessoas, forças, poderes, e entidades nocivas a mim e à minha vontade. Assim seja, e se faça.

Não esqueça de nomear todos os itens na composição, e de ativar suas propriedades, citando-as enquanto consagra o Sal Negro.

Está feito.

Algumas dicas de Uso

  • Salpicar em um objeto ou local, para purificá-lo, ou fazer uma camada e deitar o objeto em cima… sempre intencionando a purificação.
  • Adicionar algumas pitadas a um banho mágico (sempre observando se é possível, pela composição), para se purificar. (Utilize com moderação.)
  • Fazer um saquinho de proteção ou patuá com Sal Negro, para banir más energias que possam tentar interferir em seu campo áurico.
  • Salpicar discretamente em alguém que deseja banir da sua vida; caso não tenha como, pode salpicar algumas pitadas nos locais onde a pessoa costume ficar mais, intencionando que ela seja banida.

Luã Musi

http://www.bruxodelua.com
@bruxodelua

2 comentários sobre “Sal Negro

  1. Olá, Samira!

    Se for utilizar esse potinho de plástico apenas para esta finalidade, pode colocar, mas ainda assim, te indico a conseguir um recipiente de vidro.

    Primeiro, porquê é mais fácil de higienizar (pode reutilizar o recipiente depois de lavá-lo e purificá-lo que vai estar como novo… já o plástico acumula cheiros, muda de cor dependendo do que estiver nele, e libera toxinas quando submetido a temperaturas altas, o que pode “envenenar” o que está dentro dele, especialmente quando é algo que será ingerido – o que não é o caso do sal negro).

    Segundo, porquê é um material que mantém melhor as propriedades energéticas do que está dentro, contendo toda a energia dentro do recipiente.

    Bênçãos, e boa jornada!

    Curtir

Deixe uma resposta para Samira Vitória Cancelar resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s