Desastres Mágicos

“A vontade de rir é grande, mas a de chorar é maior!” Quem nunca fez uma cagada mágica que atire a primeira pedra.


Siga-nos também nas redes sociais, para mais informações. E já te convido para o nosso grupo de estudos, no WhatsApp! Todos os nossos links estão disponíveis aqui! Sempre que tem alguma novidade, como sorteios para os nossos leitores, seguidores e clientes, a gente comunica por lá. E, quem está no grupo fica sabendo de tudo do Bruxo de Lua em primeira mão, além de poder tirar dúvidas diretamente conosco.

E não deixa de entrar em contato se quiser contratar algum produto ou serviço. Tem um link direto para contato conosco através do WhatsApp Bruxo de Lua, caso precise de algum serviço de oraculismo, encantamento, ou magia, no geral.

Bênçãos, e boa jornada!


Desastres Mágicos

Por mais cuidadosa que uma pessoa que lida com a magia seja, em algum momento ela vai fazer algo que vai bagunçar a intenção e os resultados das suas práticas mágicas. Uma palavrinha a mais ou a menos, um pensamento em outra coisa, uma oscilação de padrão vibratório, ou até mesmo um pedido mal formulado, e já viu… surge a famigerada Cagada Mágica. Aqui chamamos de Desastre Mágico, ou seja, algo que tem um efeito diferente do planejado, desagradável, reverso, ou afim.

É interessante ter a noção de que a magia tende a se realizar pelo caminho de menor resistência, então tenha em mente o que vai pedir, e não deixe brechas de interpretação. Não vale culpar o Universo por te dar o que você pediu. Já diz aquele ditado, “cuidado com o que você pede, pois pode conseguir”.

Exemplos Não tão Hipotéticos

Este aconteceu comigo. Luã. Era uma noite de Lua Cheia, e eu vinha me sentindo muito sem energia ao longo dos dias anteriores. Peguei minha varinha, e com ela atraí a energia da Lua, que brilhava, imensa, para me fazer um pouco mais enérgico… E foi imediato. Eu estava cheio de sono, e o cansaço pedia uma boa noite de descanso, que não veio. Revirei na cama de um lado para outro e não consegui dormir, apesar da vontade e do cansaço. Serviu de aprendizado.

Ouvi, outro caso, de uma moça que não queria perder um carro que havia financiado a duras penas, e não tinha como continuar pagando-o. Pediu para que nada conseguisse tirá-lo dela, e assim foi feito. Anos depois, mudou de ideia e até hoje continua querendo vender, mas como plasmou, nada consegue “tirá-lo dela”.

Outro revés que aconteceu comigo (mas não por minha causa). Estava extremamente fatigado, cheio de dor de cabeça, e pedi ajuda ao Nox, meu marido, co-autor do blog. Na época, ele havia começado na bruxaria recentemente… e evocou três divindades − de nosso apreço e/ou culto, menos mal − para me ajudarem em uma simples cura… nem preciso dizer o sururu energético que foi. Me senti como se estivesse dentro de um barco, sendo balançado pra todos os lados, de cima a baixo… não recomendo! (Risos.)

Outro exemplo que tenho para contar, vi em um grupo de magia. Uma pessoa contou que conheceu uma senhora que amarrou o marido a ela mesma, para que sempre ficasse com ela. Anos depois, foi acometida por um AVC e perdeu os movimentos de um lado do corpo. O marido permanece junto a ela, perto, cuidando, e ela não consegue fazer nada sozinha. Infelizmente, neste caso, não é tão simples de resolver.

Como Evitar um Desastre Mágico

Primeiramente, por mais que você tente, e atente, sempre algo vai sair ao seu controle. O essencial é entender que você tem a capacidade de reverter quase qualquer coisa que venha a fazer, principalmente se vier a se dar conta na hora.

Treine a sua mente. Meditar pode ser um bom exercício para manter sua mente focada no objetivo dos seus feitiços, sem vacilar ou, como dizemos aqui no nordeste, ficar pensando na morte da bezerra.

Treine sua visualização. Para qualquer trabalho mágico, visualizar é um dos pontos chaves, e acontece em conjunto com o direcionamento de energia. Ao visualizar algo acontecendo, durante estado de gnose, você já está direcionando energia.

Treine sua concentração. Desafie-se a manter-se pensando em algo que não está diretamente ligado à sua rotina… treine sua capacidade de memorizar, também.

Treine seus ritos, se preciso. Ensaie passo a passo o que vai fazer. Habitue-se a utilizar todas as ferramentas que possui. Pode também utilizar um planner de ritual, facilmente você encontra pela internet. Nele você anota coisas simples (como motivo e finalidade do feitiço e ritual, materiais que vai usar, evocações que vai fazer), que podem te ajudar a manter o foco.

Bom é isto, até o próximo post!

Luã Musi

http://www.bruxodelua.com
@bruxodelua

2 comentários sobre “Desastres Mágicos

Deixe uma resposta para Luã Musi Cancelar resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s