Bateria Energética

Serve para armazenar energia, magicamente.


Siga-nos também nas redes sociais, para mais informações. E já te convido para o nosso grupo de estudos, no WhatsApp! Todos os nossos links estão disponíveis aqui! Sempre que tem alguma novidade, como sorteios para os nossos leitores, seguidores e clientes, a gente comunica por lá. E, quem está no grupo fica sabendo de tudo do Bruxo de Lua em primeira mão, além de poder tirar dúvidas diretamente conosco.

E não deixa de entrar em contato se quiser contratar algum produto ou serviço. Tem um link direto para contato conosco através do WhatsApp Bruxo de Lua, caso precise de algum serviço de oraculismo, encantamento, ou magia, no geral.

Bênçãos, e boa jornada!


O que é?

Direto e reto, é literalmente uma bateria energética. Um objeto no qual energia pode ser armazenada, para enfim ser utilizada da forma mais conveniente quando um momento oportuno aparecer. Pode ser utilizada para energizar a si próprie quando necessário. Ou energizar um objeto.

Imagine uma situação onde você compra um instrumento mágico pela internet, e se programa para consagrá-lo em um evento em específico, que vai agregar energeticamente ao instrumento e sua finalidade (por exemplo, um eclipse). Mas aí o instrumento não chega na data prevista, atrasando seus planos. Como improvisar é uma qualidade de qualquer boa bruxa (ou bruxo), você sabe que pode carregar um objeto com a energia daquele período ou evento, armazenando-a neste, e depois consagrar o seu objeto normalmente, fazendo uso desta energia armazenada.

Você também pode armazenar um pouco da sua energia em excesso em uma bateria energética. Para isto, pode utilizar uma joia, anel, colar, brinco, qualquer coisa que fique muito tempo ligada fisicamente ao seu corpo.

Como Fazer?

O primeiro passo é uma simples consagração, claro, depois de purificar o objeto que vai utilizar para fazer de bateria.

Depois, devidamente purificado, segure-o entre suas mãos, ou com sua mão de poder, e determine que este irá absorver e manter a energia contida até que seja solicitada ou liberada. Determine que tipo de energia o objeto absorverá – afinal nem todo tipo de energia é interessante a você e às suas práticas mágicas. E também, não esqueça de determinar como acontecerá a liberação desta energia. Será com uma palavra passe? Um toque? Um som? Quebrando o objeto? Segurando-o de uma forma específica? Use sua criatividade de um jeito que fala sentido para você.

Você não precisa determinar qual será o destino da energia acumulada, ou onde e como se dará a sua ação, inicialmente. Isto você pode fazer no momento em que decidir utilizar a energia. A ideia da bateria é justamente ter (mais) energia disponível, estocada, para utilizar em uma prática mágica.

Que tipo de materiais utilizar?

Você pode utilizar qualquer tipo de material com boa condutibilidade energética, mas dê preferência a materiais o mais naturais possível, com alta durabilidade. Não adianta fazer uma banana de bateria energética, não é? (Risos.) Mas, aliás, você pode fazer de uma fruta uma bateria energética, sim, se ela durar o suficiente para guardar energia. Deste modo, você pode programá-la para energizar quem vier a consumí-la. Talvez uma maçã? Fica a dica.

Voltando aos materiais mais indicados… bom, pode utilizar cristais, sem sombra de dúvida. E pedras mais comuns, até. Estes são, por natureza, capazes de absorver energias de forma muito eficaz. Até de forma discreta, no ambiente em que se encontram. Objetos metálicos também são uma boa, como exemplo, moedas, chaveiros, bibelôs… Pode utilizar até objetos de vidro, devidamente consagrados. Mas sempre dê preferência a cristais naturais, e metais.

Que tipo de energia a bateria absorverá?

Como citado acima, o tipo de energia que você determinar. Será energia dos elementos? Energia do som? Energia vital? De pessoas? Energia mortal? Energia de intriga? Você quem diz, é sua bateria e suas regras. Agora, muito cuidado! Não faça nada sem conhecimento das energias com as quais se propõe a lidar.

Como energizar?

É só largar um monte de palavras e esperar a energia fluir para o objeto? Não, nem sempre. É necessário utilizar a visualização para reforçar em alguns casos. Em outros, você precisa ter todo o cuidado de submeter o objeto à fonte daquele tipo de energia. Afinal, um objeto programado para absorver a luz solar não vai absorver nada se não estiver em contato direto com os raios do Sol, não é mesmo? Nem sempre! (Te peguei, agora.)

Uma técnica interessante é absorver para você o tipo de energia que deseja estocar, e então emití-la para o objeto em questão. De modo que ainda que não tenha estado em contato direto com a fonte de energia desejada, a bateria a recebe indiretamente através de você.

Como Guardar Uma Bateria Energética?

É interessante livrar o objeto consagrado como uma bateria energética de influências energéticas externas. Mantê-lo seguro é a melhor forma de ter certeza de que a única energia armazenada neste é a que você colocou.

Preferencialmente, guarde-o em um recipiente de vidro que possa ser selado hermeticamente, e programado para manter a energia presa ali dentro, e impedindo que haja interferência energética de uma fonte externa. É mais uma “parede de proteção” para o objeto em questão.

Luã Musi

http://www.bruxodelua.com
@bruxodelua


Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s